Fale Conosco
  • phone
    (11) 98265-3769
  • (11) 2721-9423
  • location_on

    Rua Ângelo Santesso, 16 / Jardim Itamarati - CEP: 03931-040 São Paulo - SP

Deixe sua Mensagem

    Vamos elevar seus negócios ao próximo nível?

    

    Empreendedorismo feminino: Confira dicas para começar o próprio negócio

    O ato de empreender demanda muita coragem e o início é complicado para a maioria das pessoas. No entanto, para as mulheres que desejam começar o seu próprio negócio, as dificuldades são ainda maiores.

    Segundo uma pesquisa divulgada pelo Sebrae, elas são mais da metade dos empreendedores iniciais, porém, correspondem a apenas 43% dos negócios estabelecidos – ou seja, empresas com mais de três anos de existência.

    Isso significa que as mulheres estão falindo ou desistindo de seus empreendimentos mais do que os homens.

    Esse cenário definitivamente não acontece porque elas são menos preparadas. De acordo com o mesmo estudo, as donas de negócio possuem maior escolaridade – quase 16% mais que os homens -, mas, ainda assim, ganham, em média, 22% menos que os homens empreendedores.

    Além disso, com a pandemia e a crise econômica, elas foram as mais afetadas e hoje possuem a menor participação no mercado de trabalho em 30 anos, o que torna ainda mais importante o incentivo ao empreendedorismo.

    Mesmo com as dificuldades, fomentar e investir no empreendedorismo feminino é fundamental para que as mulheres aumentem seus rendimentos, gerem empregos e, acima de tudo, se tornem independentes e protagonistas de suas histórias.

    Pensando em ajudar profissionais que sonham em começar o próprio negócio, o Instituto Dona De Si, que tem como proposta acelerar talentos femininos, de microempreendedoras até altos cargos de liderança, lista os sete primeiros passos. Confira:

    Desenvolvimento Pessoal

    Antes de começar uma empresa, é importante fazer uma avaliação verdadeira de como está se relacionando consigo mesma e com o mundo a sua volta: Você é uma fazedora de coisas para os outros e esquece de si mesma?

    Se sente solitária no momento de compartilhar seus sonhos? Está vivendo um relacionamento abusivo?.

    Ter a consciência de tudo isso leva tempo, mas é importante que o seu negócio comece cuidando daquilo que é o mais importante para que ele dê certo: VOCÊ.

    Preparação e organização

    Depois de estar consciente da sua existência e que você precisa se priorizar, aí sim vai conseguir começar a ter pensamentos organizados e dar os primeiros passos para a realização do seu sonho.

    Defina qual será o negócio, como está o mercado, quais são as oportunidades e problemáticas que podem ser encontradas, estude a concorrência e, se possível, até faça cursos e converse com outras pessoas que trabalham com o mesmo ramo.

    Tudo isso será muito importante para que você se sinta mais segura ao dar os próximos passos.

    Plano de Negócios

    Essa etapa é fundamental, já que o plano de negócios consegue prever possíveis problemas.

    Neste momento, é essencial levantar qual será o investimento inicial e custos fixos mensais, por exemplo. Além disso, o planejamento é essencial para definir próximos passos e estratégias para posicionar corretamente a sua empresa.

    Busque recursos

    Aqui é necessário estruturar como você conquistará o investimento inicial para abrir o negócio. Essa etapa é algo relativo e muda de acordo com o estilo de vida de cada pessoa: Você possui esse dinheiro guardado?

    Precisará de um financiamento? Acha possível conseguir investidores neste primeiro momento? Terá que recorrer a amigos e familiares ou a empréstimos ou microcréditos? Todas essas questões te ajudarão a pensar em como iniciar o empreendimento.

    Também é importante avaliar se você pode começar o seu pequeno negócio com as “armas” que tem e o mínimo investimento financeiro possível. Lembre-se: um dos recursos do seu negócio é VOCÊ!

    Definição

    Com tudo mais alinhado e organizado, é preciso definir como começará, seja como Microempreendedor Individual (MEI), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli), microempresa, empresa de pequeno porte, entre outras possibilidades.

    Cada uma delas possui suas próprias características e, por isso, é essencial estudar e escolher a melhor opção.

    Rede de apoio

    Uma rede de apoio estruturada será essencial para você, mulher, que sonha em empreender, não só no início do seu negócio, mas durante todo o processo. Haverá momentos em que precisará de ajuda para entender que é capaz e as coisas podem, sim, dar certo.

    É possível encontrar isso em familiares, amigas, psicólogas, outras mulheres empreendedoras ou em mentorias, como a Jornada Transformadora Dona De Si. Independente da rede que escolher, você precisa confiar e acreditar que poderá contar com esse grupo de pessoas sempre.

    Mão na massa!

    Passada todas essas etapas, finalmente chegou a hora de levar a teoria para a prática. Controle a ansiedade, concentre-se em buscar seus primeiros clientes e, independente do seu produto ou serviço, ofereça sempre a melhor experiência que conseguir.

    Além disso, ofereça empatia, lealdade e acolhimento. Com isso, sem dúvidas, você conseguirá crescer e se tornar referência.

    Fonte: Rede Jornal Contábil .

    Marcadores:

    Não perca mais nenhum post!

    Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.