Fale Conosco
  • phone
    (11) 98265-3769
  • (11) 2721-9423
  • location_on

    Rua Ângelo Santesso, 16 / Jardim Itamarati - CEP: 03931-040 São Paulo - SP

Deixe sua Mensagem

    Vamos elevar seus negócios ao próximo nível?

    

    Governos estaduais lançam auxílio emergencial de até R$ 1.500

    Frente aos avanços da pandemia no país, diversos estados estão formulando seus próprios auxílios emergenciais para apoiar os trabalhadores mais afetados pela crise em decorrência da Covid-19. É o caso de estados como Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo que estão ajudando financeiramente milhares de famílias diretamente atingidas pela crise econômica do país.

    Auxílio Emergencial de Minas Gerais

    Minas Gerais retornará com o auxílio emergencial de R$ 600 para as famílias inscritas no CadÚnico (Cadastro Único). O Projeto de Lei (PL) foi aprovado no final do mês de maio pelo governador Romeu Zema (Novo), ao total 1.080 milhões de famílias devem ser aprovadas.

    Foto: Marcello Casal Jr/Agência BrasilFoto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

    O benefício com valor de R$ 600 será destinado às famílias de baixa renda, cujo renda mensal seja equivalente a R$ 89 por pessoa, vale lembrar que os beneficiários devem estar inscritos no CadÚnico.

    Auxílio emergencial de São Paulo

    O novo auxílio do Estado de São Paulo é o Bolsa do Povo, aprovado pelo governador de São Paulo João Doria. O mesmo prevê o pagamento de parcelas que variam entre R$ 100 e R$ 500.

    O benefício será uma atualização do Auxílio Desemprego. Logo, prevê gerar mais de 20 mil oportunidades de emprego. A ideia do programa é contratar pais e mães de estudantes matriculados nas escolas públicas. Onde os mesmos poderão trabalhar por até quatro horas diárias atuando pela rede estadual de ensino, com uma remuneração de R$ 500.

    Além disso, o Renda Cidadã deverá ser ampliado para R$ 100 aumentando também o número de beneficiários. Já o Ação Jovem será reformulado para contemplar um maior número de jovens.

    Auxílio Emergencial do Rio de Janeiro

    O auxílio desenvolvido pelo Rio de Janeiro é o auxílio tecnológico no valor de R$ 1.500, de acordo com informação do governo estadual, cerca de 48 mil servidores da educação devem ser contemplados. O benefício deve ser creditado diretamente na folha salarial de junho, servindo para custear despesas dos trabalhadores com o trabalho remoto.

    Veja a lista de servidores contemplados pelo auxílio:

    • Agente de Acompanhamento de Gestão Escolar
    • Agente de Pessoal
    • Assistente Operacional Escolar
    • Auxiliar de Secretaria
    • Coordenador Pedagógico
    • Diretor
    • Diretor Adjunto
    • Orientador Educacional
    • Professor Articulador Pedagógico
    • Profissional de Leitura
    • Secretário Escolar

    Outro programa do Rio que vem sendo pago é o Super Rio que liberará até o final do ano parcelas de R$ 200 e R$ 300 as famílias carentes. O valor a ser recebido dependerá da composição familiar.

    Conforme declaração do governo do Rio o benefício deve ser disponibilizado até o fim do ano e o programa contempla também os guias de Turismo tendo em vista que a principal fonte de economia do estado foi o turismo e estes profissionais foram os mais afetados.

    Fonte: Rede Jornal Contábil .

    Marcadores:

    Não perca mais nenhum post!

    Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.