Fale Conosco
  • phone
    (11) 98265-3769
  • (11) 2721-9423
  • location_on

    Rua Ângelo Santesso, 16 / Jardim Itamarati - CEP: 03931-040 São Paulo - SP

Deixe sua Mensagem

    Vamos elevar seus negócios ao próximo nível?

    

    Lucro Real: Toda empresa pode optar por este regime?

    Designed by @pressfoto / freepik

    No artigo de hoje vamos esclarecer qual empresa pode optar pelo Lucro Real, pois este regime tem a finalidade de coletar Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido.  Acompanhe

    O que é Lucro Real?

    O cálculo do lucro real, é um pouco mais complicado e abrange a contabilidade da própria empresa, bem como os ajustes positivos e negativos da legislação fiscal.

    Todas as empresas optantes deste regime têm a obrigatoriedade de apresentar à secretaria da Receita Federal os registros especiais do seu sistema contábil e financeiro.

    Toda empresa pode optar pelo Lucro Real?

    Para aderir este regime é necessário ter um faturamento superior a R $ 78 milhões no período de apuração, envolvendo a organização dos seguintes setores:

    • Para setores financeiros: Abrangendo, instituições independentes, bancos, cooperativas  de crédito, entre outros;
    • Empresas que obteve lucros e fluxo de capital com origem estrangeira;
    • Factoring: Para as empresas que buscam atividades de compras de direitos e créditos como resultado das vendas mercantis a prazo ou de prestação de serviços;
    • Empresas com benefícios fiscais como a redução ou isenção de seus impostos.
    Designed by @pressfoto / freepik
    Designed by @pressfoto / freepik

    O que é Lucro Presumido?

    O lucro presumido é para as empresas não optantes  do lucro real, tendo a finalidade de apresentar tributações menos burocráticas, sendo necessário calcular apenas dois tributos.

    1. CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido);
    2. IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica).

    Resumindo, toda tributação é realizada em cima da presunção com base de cálculo do IRPJ e CSLL.

    Ressaltando que, para as entidades jurídicas prestadoras de serviços, encontra-se a base de cálculo de 32% ao mês para o Lucro Presumido.

    Veja as alíquotas presumidas

    • IRPJ : 15% para o faturamento trimestral de cerca de R $187.500,00;
    • CSLL: 9% sobre qualquer valor de faturamento
    • IRPJ: 25% sobre a parcela do faturamento trimestral superior a R $187.500,00.

    Qual a diferença entre o Lucro Real e Lucro presumido?

    A base do cálculo destes dois regimes são completamente diferentes, pois, no Lucro Real, são apurados os dados referentes às despesas e receitas, já no Lucro Presumido é calculado a partir da receita sob um percentual previamente definido que pode variar conforme o tipo da empresa.

    O cálculo do lucro presumido é menos burocrático, diferente do Lucro Real que dependendo pode ser mais complexo ao exigir um controle financeiro mais eficiente.

    Por Laís Oliveira.

    Fonte: Rede Jornal Contábil.

    Marcadores:

    Não perca mais nenhum post!

    Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.