Fale Conosco
  • phone
    (11) 98265-3769
  • (11) 2721-9423
  • location_on

    Rua Ângelo Santesso, 16 / Jardim Itamarati - CEP: 03931-040 São Paulo - SP

Deixe sua Mensagem

    Vamos elevar seus negócios ao próximo nível?

    

    O que você deve saber sobre o pente-fino em 2021.

    No ano passado 2020, foi estabelecido um novo cronograma para 2021 do novo pente-fino para os benefícios pagos pelo o INSS e isto desde o ano passado tem preocupado os segurados.

    Pensando nisso, preparamos esta matéria hoje para você esclarecer suas dúvidas sobre o pente-fino em 2021.

    Alguns beneficiários não estão impedidos de perder o benefício, mas é necessário que cumpram determinados requisitos.

    Veja:

    • Aposentados por tempo de contribuição e idade;
    • Aposentados e pensionistas considerados inválidos com mais de 60 anos de idade;
    • Pessoas com mais de 55 anos de idade, que já recebam por mais de 15 anos o benefício por incapacidade (auxílio doença ou invalidez);
    • Pessoas que recebam benefício previdenciário, por serem portadoras de HIV/AIDS;

    Quais são os benefícios que estão sujeitos à revisão do pente-fino?

    • Auxílio Doença;
    • Auxílio Acidente;
    • Aposentadoria por Invalidez;
    • Benefício Assistencial (BPC-LOAS);

    Sendo assim todos os beneficiários destes benefícios citados acima, serão notificados.

    Notificação

    Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

    Caso você tenha sido notificado para comparecer em uma das agências do INSS é necessário estar atento às documentações solicitadas.

    Tenha em mãos todas as documentações solicitadas, de preferência que esteja em condições legíveis e é necessário que esteja em formato adequado para que não corra o risco de ser negado.

    Como o segurado deve prosseguir com esta solicitação?

    Para você enviar toda a documentação exigida pelo INSS, basta acessar o MEU INSS, pelo site ou aplicativo.

    Quando você acessar o sistema, clique na “Atualização de Dados e benefício” e em seguida anexar uma cópia digitalizada das seguintes documentações:

    • CPF;
    • RG;
    • Certidão de nascimento ou casamento;
    • Título de Eleitor;
    • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

    Por: Laís Oliveira. 

    Fonte: Rede Jornal Contábil .

    Marcadores:

    Não perca mais nenhum post!

    Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.